Qual a melhor estratégia de marketing para pequenas empresas? | Studio DMS - Agência de Marketing Digital e Design
Estratégia de marketing para pequenas empresas

Qual a melhor estratégia de marketing para pequenas empresas?

Gestão

Compartilhe:

Se você tem uma empresa e já se perguntou se marketing para pequenas empresas vale a pena, eu te respondo: sim. Essa é uma estratégia que precisa ser desenhada, idealmente, no plano de negócios do seu empreendimento, ou seja, quando ele ainda está no papel.

Mas, se você não fez isso, fique tranquilo. Ainda dá tempo de entrar no mundo do marketing digital. O que você precisa entender é que o processo pode levar mais tempo do que você espera. Existem diversas empresas na internet, inclusive suas concorrentes, com o mesmo objetivo: gerar leads qualificados, tornar a empresa conhecida.

Então, como conquistar espaço entre tantas empresas que já fazem marketing digital há mais tempo do que o seu negócio? Continue acompanhando nosso blog para entender. Sugiro que faça notas ou tire print das partes que julgar mais importantes para a sua empresa!

Como funciona o marketing digital para pequenas empresas?

O marketing digital para pequenas empresas, também chamado de marketing de conteúdo, segue a mesma premissa para organizações de todos os portes: entregar materiais de valor para a sua persona, ou seja, aqueles clientes que pagam a conta.

Dessa forma, são produzidos blogs, guias, materiais para as redes sociais, e-mails, páginas de conversão, todos com o objetivo de mostrar uma solução para o seu cliente, de acordo com a fase da jornada de compra que ele se encontra.

Quando falamos em marketing digital, o SEO (Search Engine Optimization) deve estar no pacote, assim, quando planejar um conteúdo de valor, é preciso pensar em palavras que os seus clientes pensam antes de procurar por algo.

Por exemplo, se você tem uma empresa de sabonetes artesanais, pode ser que grande parte do seu público seja vegano. Então, uma possível maneira de utilizar o SEO é fazer um conteúdo falando sobre as vantagens de utilizar produtos veganos. Dessa forma, a palavra-chave seria “vantagens produtos veganos”.

O que queremos dizer é que não é o tamanho da sua empresa que dita como você vai trabalhar com marketing digital e sim a sua persona e o que ela está em busca.

Assim, quem consegue gerar mais leads qualificados são as empresas que entendem a importância do marketing de conteúdo e o enxergam como uma ferramenta de potencialização de vendas para a empresa, melhora de relacionamento com os clientes e construção de uma imagem sólida no mercado.

Marketing para pequenas empresas: como começar?

Primeiramente, marketing para pequenas empresas, assim como para empresas maiores, envolve metas e planejamentos. Não pense que você vai começar do zero (ou perto disso) e conquistar a internet e todas as pessoas que navegam nela do dia para noite.

Primeiro: isso não vai acontecer, porque já existem outras empresas na internet com o mesmo nicho que o seu. Segundo: nem todas as pessoas estão em busca do que você tem a oferecer, por isso precisamos fazer a definição de personas.

Então, antes que você comece a fazer uma estratégia de marketing para a sua pequena empresa, precisa definir suas metas.

Por exemplo: vender no primeiro semestre de 2021 o dobro de sabonetes que foram vendidos no primeiro semestre de 2020. Essa é uma meta mensurável, ou seja, você sabe onde quer chegar.

Agora, o próximo passo é planejar. Ou seja, se perguntar: como faço para atingir a minha meta? Terei mão de obra o suficiente para entregar as vendas a mais que me propus a fazer? Os recursos necessários estarão disponíveis? Tudo isso deve ser pensado.

Ok, então se eu quero aumentar as minhas vendas no começo de 2021, isso significa que preciso deixar o marketing digital para pequenas empresas para o início do próximo ano? Te respondo com toda certeza do mundo: não. Quanto antes você começar, melhor.

Redes sociais e site devem funcionar juntos!

Uma coisa que sempre falo é: se você tem um perfil pessoal em uma rede social, por que sua empresa não tem? Apesar disso, vejo que o erro de muitos gestores, especialmente de pequenos negócios, é dar mais atenção para as redes sociais e não criar um site ou, criar, mas não dar a devida importância a ele.

Então, as suas redes sociais e o seu site devem funcionar juntos! Afinal, se uma pessoa digitar o nome de sua empresa no Google, ela poderá encontrar o seu site antes mesmo das suas redes.

Aqui, temos duas dicas importantes para você: produza conteúdos de blog. Por exemplo, se você tem uma empresa de sistemas para facilitar a rotina de síndicos e administradoras de condomínio, uma recomendação de assunto é: “10 dicas para realizar uma reunião de condomínio”, depois de publicado em seu site, você pode fazer uma postagem em suas redes, convidando as pessoas a lerem o conteúdo e a compartilharem com os amigos nas redes.

Já a segunda sugestão é para que você crie uma conta no Google Meu Negócio. O processo é simples e rápido de executar, ele permite que empresários gerenciem a presença no buscador, visualizem quantas pessoas estão interagindo com o negócio e quais são os comentários sobre os serviços, atendimento, ou seja, sobre a empresa em geral.

Anúncios são seus amigos

Embora as publicações orgânicas, ou seja, aquelas que não exigem pagamento em dinheiro, sejam ótimas para movimentar suas redes e criar interação com seus seguidores, as redes sociais tendem a entregar somente para 8% do seu público, portanto, existe um grande espaço de engajamento a ser preenchido.

Você pode preencher essa lacuna com os anúncios. No Facebook é possível segmentar exatamente para quem o anúncio deve ser entregue: qual a localização do seu público-alvo, idade, quais os gostos dele, o que ele normalmente pesquisa.

No Google também é possível criar segmentações. Inclusive, há uma ferramenta sendo testada em alguns países que permite escolher os bairros em que os anúncios serão apresentados. Além de selecionar estado civil das pessoas e o que elas procuram no buscador.

Olhe os vídeos com outros olhos

O TikTok, uma ferramenta de vídeos, é o aplicativo mais baixado durante a quarentena, afinal, é muito fácil ver vídeos curtos e engraçados durante 30 minutos, uma hora… e tem muita empresa surfando nessa onda, seja mostrando o dia a dia das organizações ou com dicas de como utilizar determinados produtos.

Embora a ferramenta não seja voltada para anúncios ou propagandas, é uma excelente maneira de criar empatia com o seu público e interagir com os seus clientes e possíveis futuros clientes.

Além disso, você pode publicar vídeos mais sérios nas outras redes de sua empresa também e solicitar uma ação no final: conheça nosso site, peça uma amostra grátis, faça seu pedido.

E-mail não é uma ferramenta em extinção

Uma coisa que sinto que atrapalha empresários que pensam em investir em marketing para pequenas empresas é pensar que o e-mail é algo do passado, que agora a comunicação é toda feita por WhatsApp, Telegram e por outras ferramentas de comunicação.

Com tantas coisas comuns a diversas pessoas nas redes, o e-mail tornou-se um canal exclusivo e somente as pessoas que estão inscritas em determinadas listas têm acesso ao conteúdo divulgado por lá.

Eles são entregues nas mais variadas versões: curtos, longos, contando uma história, oferecendo uma promoção ou aulas exclusivas. Então, se você pensava que o e-mail entrou em extinção, comece a observar o que outras empresas estão fazendo, a sugestão é: inscreva-se em listas de empresas que você acompanha e observe como elas tratam a comunicação por e-mail.

Faça parcerias com empresas do segmento

Digamos que você tem uma loja de venda de celular, que tal fazer parceria com uma empresa de consertos? Assim, toda vez que um cliente for até a sua loja pedir por uma avalição, que já esteja fora da garantia, você o encaminha para a empresa parceria e ele ganha uma porcentagem de desconto de acordo com o valor total do serviço. O mesmo ocorre com quem for até a assistência em busca de um aparelho novo e for indicado para comprar em seu estabelecimento.

Assim, tanto sua loja quanto a loja parceria podem divulgar a parceria nas redes. Assim, o engajamento das publicações tente a aumentar e a qualificação de leads.

Calcule o ROI

O ROI (Retorno Sobre o Investimento) deve ser calculado. Com o marketing digital é possível mensurar os resultados, em cada etapa do projeto, se estão gerando o esperado ou se as ações on-line necessitam de melhorias, especialmente quando tratamos de anúncios.

Seja visto

Não é porque sua empresa está na internet que ela deixou de existir em um espaço físico. Então, participe de eventos relacionados com o seu negócio, seja visto, divulgue seu empreendimento e conheça novas pessoas, quem sabe até mesmo futuros parceiros.

A melhor estratégia de marketing para pequenas empresas é aquela que melhor atende sua empresa

Existem diferentes estratégias de marketing digital para pequenas empresas, como você pode ver em nosso conteúdo. Mas a melhor é aquela que atende as necessidades do seu empreendimento. Você pode pensar que seu público prefere vídeos, mas na verdade ele é mais aberto para e-mails. Por isso é importante mensurar os resultados e analisar se as estratégias demandam alteração.

Marketing para pequenas empresas: comece hoje

Se você chegou até aqui, percebeu que o marketing digital para pequenas empresas e para empresas de porte maior não se difere no quesito produção. A estratégia a qual você deve se atentar é fazer uma definição de metas e um planejamento de ações assertivo. Assim, fica mais fácil mensurar os resultados.

Além disso, observar se as ações estão dando resultado e se há espaço para melhoria e claro, sempre produzir pensando na sua persona. A dica de ouro é: pense como se você fosse o seu cliente. Assim, ficará mais fácil o processo de definir estratégias e pensar em conteúdos que agreguem valor a ele.

Se você precisar de ajuda, pode sempre procurar um especialista para te auxiliar a alavancar as suas vendas e a interagir melhor com seus seguidores nas redes.

Gostou? Compartilhe com seus amigos e familiares!

Atendimento Studio DMS