Design Thinking: Revolucione a sua empresa! | Studio DMS
Design Thinking

Design Thinking: Revolucione a sua empresa!

Design

Compartilhe:

Utilize o Design Thinking e desenvolva produtos inovadores para que a sua empresa esteja em constante desenvolvimento! Pense assim, manter o público interessado no seu conteúdo não é uma das tarefas mais fáceis. As pessoas esperam sempre um material que as entretenha de uma maneira que nem percebam que acabaram de ler.

A escrita tem se adaptado cada vez mais ao leitor, por isso cada vez mais leremos textos curtos, separados no maior número possível de parágrafos e da forma mais interativa possível.

Produzir materiais que realmente agradam o público já é uma das tarefas mais complicadas. Agora, quando precisar fazer isso para pessoas que não tem o hábito da leitura e se cansam rapidamente, a dificuldade aumentará consideravelmente. Por isso, ter uma “fórmula” para ajudar na hora de escrever um texto é bem importante e isso irá ajudar a chegar a resultados incríveis.

Mas e aí? O que isso tem a ver com Design Thinking?

Design Thinking tem como objetivo ajudar a solucionar problemas percebendo o que deve ser melhorado nas rotinas coletivas. Ou seja, ele busca a harmonia que existe dentro do ambiente de trabalho. Ao considerar quais são as melhores maneiras de resolver algum problema, o método avalia formas de tirar vantagens comuns a todos os interessados, seja cliente, investidor ou colaborador.

No entanto, não pense no Design Thinking como um processo linear que aplica um conceito metodológico a diversas situações. Apesar de existirem etapas a serem seguidas e cumpridas, não há uma lógica que deve ser seguida a risca. O principal ponto a ser destacado é sempre o foco em apreender a maior bagagem cultural, comportamental e relacional de várias pessoas que enfrentam problemas todos os dias.

Portanto, o Design Thinking preza identificar situações limitantes, problemas não solucionados e qualquer dificuldade encontrada na rotina. Tudo isso para que os produtos e serviços possam ser produzidos de maneira inovadora, criativa e confortável.

Os 4 passos do Design Thinking

Inovar em um negócio sempre é uma boa ideia. Para que a sua empresa se destaque sobre as outras, ou você descobre a fórmula do sucesso instantâneo ou sempre terá que se reinventar para continuar a surpreender e agradar o público. Por isso, geralmente, o Design Thinking segue uma metodologia de quatro passos:

1 – Imersão

Primeiramente, é preciso mergulhar no ponto mais profundo do assunto, pesquisar e buscar o maior número de informações possíveis. Você precisa entender quais as necessidades que podem e devem ser transformadas em oportunidades.

Quem nunca ouviu aquela frase “quanto mais, melhor!”. Pois é, o primeiro passo se trata de você conseguir mais conhecimento, exemplos, livros, cases, filmes e tudo que seja útil para ser estudado e compartilhado.

Empatia

É preciso que seja dito que o principal aspecto a ser considerado da imersão, é a empatia. Se colocar no lugar do outro e entender o seu modo de ser, pensar e agir. Além disso, compreender que os valores variam de pessoa para pessoa e isso faz com que elas se tornem o que elas são.

2 – Ideação

Em segundo lugar, EXPLORE SUA CRIATIVIDADE!

Após ter separado todo o conteúdo na etapa de imersão, é o momento de juntar todas as informações e ir atrás da melhor ideia possível. Junte um grupo de pessoas de diversas áreas e conversem sobre as possibilidades. Uma das técnicas mais usadas é o brainstorming, mas existem outras, como o funil de ideias, mapa mental e os canvas.

Colaboração

Já que foi sugerido que você monte uma equipe te acompanhe, a colaboração é o ponto chave. Trabalhar junto, pensar de forma coletiva, um apoiando o outro e expondo seus pontos de vista para que as ideias fluam de maneira integrada.

3 – Prototipação

Após ter a sua ideia pronta, é hora de testar, fazer um protótipo, apenas para verificar a viabilidade do seu projeto. Não é necessário nada complexo!

Esquemas, maquetes ou até mesmo desenhos serão bem úteis em alguns casos, principalmente para os serviços. Em outros, talvez seja necessário algo mais elaborado. Então, teste e veja se a sua hipótese poderá ser aplicada de uma forma sustentável.

Experimentação

Essa parece bastante óbvia. Você não chegará a uma conclusão se a sua ideia dará certo, se não testa-la. É necessário verificar e provar que as ideias realmente funcionarão.

4 – Desenvolvimento

Ao final, é preciso colocar dinheiro e tornar todo o seu esforço em realidade. Portanto, chegou a hora de colocar o seu projeto em prática e empreender!

Conclusão

Depois de todo esse conteúdo, deu até uma vontade de entender mais sobre como colocar a ideia do Design Thinking em prática.

Ter um negócio que apenas prospera é um pensamento utópico, mas seguir os quatro aspectos do Design Thinking (imersão, ideação, prototipação e desenvolvimento) fará com que a sua empresa tenha mais chances de alcançar resultados expressivos.

Portanto, invista no Design Thinking também e produza todas as etapas com perfeição! Basta nos mandar uma mensagem!