CTA (Call to Action): O que é e como utilizar?

Marketing digital, Mídia programática

Você provavelmente já ouviu falar sobre CTA (Call to Action). Se nunca ouviu a expressão, já se de parou com algum em sites e blogs. A famosa “chamada para ação” é um dos elementos mais importantes do marketing, especialmente o digital. A ideia desse recurso é fazer com que o usuário realize alguma ação. Pode ser deixar um comentário, clicar para ser redirecionado à outra página… Enfim, são inúmeras possibilidades.

Para criar um CTA de sucesso é preciso, primeiramente, conhecer o público com o qual você está conversando. Além disso, é necessário realizar muitos testes para saber o que funciona e o que não é tão bom assim. Neste post, vamos falar um pouco sobre o que é e como criar uma chamada de sucesso.

O que é Call to Action?

A chamada para ação é uma estratégia que tem como finalidade chamar a atenção do usuário. Dessa forma, ele se interessa pelo que foi oferecido e realiza a ação. Este é um elemento muito importante em uma página, já que serve como guia para mostrar o que a pessoa deve fazer. As CTAs podem ser divididas entre primárias e secundárias. Vamos aos exemplos.

CTA primária

Vamos supor que você está procurando uma nova máquina de lavar. Quando você entra no e-commerce e abre a máquina desejada, há um botão principal, geralmente descrito por “colocar no carrinho” ou “comprar”. Essa é a principal ação que o site quer que você realize. Porém, pode ser que aquele ainda não seja o produto que você mais goste, então, partimos para a CTA secundária.

CTA secundária

Descendo aquela mesma página com o CTA principal, geralmente os sites possuem uma área de “produtos que você gostaria de comprar”. Ali, são dadas diversas opções do mesmo segmento para que você não saia do site, continue navegando para, enfim, realizar a compra.

Como criar CTAs de impacto?

Ok, agora você já sabe o que é. Porém, como montar uma chamada que seja boa? Afinal, não é tão fácil assim conquistar o público e fazer com que ele faça o que você precisa. Veja algumas dicas a seguir.

Defina o Público/Persona

Como já citamos aqui, a definição de público-alvo e, depois, de personas, é ideal para qualquer tipo de estratégia. Não adianta criar algo se você não sabe para quem está falando. Além do mais, quem tenta atingir todo mundo, acaba não conseguindo atingir ninguém. Considere qual é o tipo de visitante da sua página e o que ele deseja. Com essas definições, os gatilhos são muito mais diretos, aumentando as chances de sucesso.

Identifique o estágio da compra

Também já contamos para você sobre a importância da jornada de compra. É ela quem dita as regras de uma estratégia. Por isso, fique atento a este ponto. Se o usuário que está de frente ao CTA já foi preparado para a compra, então a intenção é investir nisso. Se ele ainda é iniciante, o ideal é oferecer novos conteúdos para que ele continue com você.  

Escolha pontos estratégicos

Não adianta colocar uma CTA em um ponto onde ninguém presta atenção, não é? Dessa forma, inviabiliza totalmente o objetivo principal, que é justamente chamar a atenção. Tudo o que é importante precisa estar visível já na primeira navegada.

Escolha cores ideais

Parece até uma bobeira, não é? Mas as cores tem uma importância imensa. Se seu site é verde e seu CTA tiver um tom de verde um pouquinho mais claro ou mais escuro, não será bom. Busque cores contrastantes e chamativas. A primeira leitura do layout feita pelo usuário é sempre atraída para cores que chamam a atenção. Mas fique atento para não extravasar. Tente não fugir muito do seu padrão de design.

Analise os resultados

Todas as estratégias precisam de análises finais. No caso das CTAs, a principal métrica é a taxa de cliques. Faça uma estimativa de quantas pessoas viram a CTA e analise quantas realmente clicaram. Isso vai definir se ela está adequada ou não. Se os resultados não forem satisfatórios, é hora de reformular. O segredo do sucesso é o teste. Nunca se sinta satisfeito, sempre é possível melhorar.

Agora que você já tem uma ótima base sobre CTA, que tal começar a colocar em prática o que aprendeu? Se houver dificuldade, nós estamos prontos para ajudar, fale com o nosso especialista clicando aqui!

Veja outros conteúdos:

Cadastre-se e faça parte da nossa lista exclusiva de conteúdos!

6 motivos para empresas de software investirem em marketing

Um dos principais motivos para empresas de software investirem em marketing digital é serem facilmente encontradas nas redes ou no Google.

Captação de leads: 8 estratégias que ninguém te ensinou

A captação de leads é um processo essencial para toda empresa que usa estratégias de marketing. Confira dicas que ninguém te ensinou!

Marketing na saúde: estratégias e cuidados necessários

Falar em marketing na saúde pode parecer algo “fora do comum”, afinal, para a divulgação do serviço é preciso seguir uma série de restrições. No entanto, investir em marketing nesse setor é uma excelente forma para atrair mais pacientes, por meio de conteúdos gratuitos de...

Storytelling no marketing: como usar a estratégia para escrever roteiro

O storytelling no marketing é usado para muitas coisas e, uma delas, é para escrever roteiros que emocionem! Aprenda a usar essa estratégia.

Conheça os modelos de marketing digital imobiliário

O marketing digital imobiliário é um excelente jeito de anunciar imóveis, tanto para aluguel, quanto para venda. Acesse o nosso blog!

6 dicas para produzir material rico que converte

Um material rico é um conteúdo aprofundado, que entregue valor para a sua persona, com o objetivo de gerar leads para a sua empresa.

Relacionamento e conteúdo para marketing de varejo

O marketing de varejo é uma estratégia para atrair clientes no ponto de venda e também no ambiente digital, por meio de diversas ações.

Planejamento estratégico de marketing: por que fazer

Um planejamento estratégico de marketing é um documento que serve de guia para definir as ações on-line de uma empresa e o posicionamento. Confira mais no blog.

Marketing 360 graus: o que é e como aplicar na moda

O marketing 360 graus é uma estratégia que abrange diferentes meios de comunicação, para que você se comunique com seu público-alvo. Leia o blog!

Marketing digital de performance: use os dados ao seu favor

Você já ouviu falar em marketing digital de performance? Para explicar este conceito precisamos voltar há alguns anos, quando a mídia tradicional ainda dominava as estratégias de publicidade e as empresas investiam em propagandas televisivas e radiofônicas, espaços nos jornais...

Ainda tem dúvidas sobre o quanto sua empresa pode ganhar investindo em marketing digiTal?

Fale com um de nossos profissionais e conheça o plano ideal para ter resultados na internet!